23 de julho de 2020
23-07-20-CAPA

Destaques

Vamos falar sobre Biotecnologia?

O EIC trata de muitos assuntos, que vão desde química medicinal até biodiversidade… No meio desses temas, há a Biotecnologia, de muita relevância no nosso cotidiano! Vem aprender um pouco sobre essa ciência superinteressante!

O que é a Biotecnologia?

Biotecnologia é, de acordo com a ONU, “qualquer aplicação tecnológica que utilize sistemas biológicos, organismos vivos, ou seus derivados, para fabricar ou modificar produtos ou processos para utilização específica.” (ONU, Convenção de Biodiversidade 1992, Art. 2). Em outras palavras, a Biotecnologia utiliza conhecimentos e manipulação de plantas, animais e microrganismos para produção de produtos e aplicações relevantes para uma melhor qualidade de vida da sociedade. Sendo uma área de conhecimento multidisciplinar, a Biotecnologia aborda biologia, química, física, estatística e informática.

Por volta de 4000-6000 A.C., a Biotecnologia já estava presente em nossas vidas, em processos de fermentação para fabricação de bebidas (vinho, cerveja) e alimentos (pães, queijos). Em 1876, Louis Pasteur provou a existência de microrganismos causadores dessa fermentação, apontados anteriormente pelo pesquisador Anton Van Leeuwenhoek. O termo “Biotecnologia” foi criado pelo engenheiro húngaro Karl Ereky em 1919, período em que houve aumento dos estudos na área, logo após a primeira guerra mundial (1914-1918). A produção de medicamentos, a partir de microrganismos, se deu com a descoberta da penicilina em 1928. Depois disso, as pesquisas em Biotecnologia seguiram aumentando, e hoje ela representa cerca de 27% do mercado global. Devido a fatores como o envelhecimento da população mundial e o crescimento do número de doenças crônicas, a previsão é que esse número chegue a 31% em 2024. Abaixo, estão listados alguns dos resultados mais importantes obtidos pela Biotecnologia:

  • Marcadores moleculares, que permitem a análise da diversidade genética e os testes de paternidade;
  • Estudos de células tronco;
  • Engenharia genética, também chamada de tecnologia do DNA recombinante, que possibilita a obtenção de transgênicos, denominação ampla dada aos Organismos Geneticamente Modificados (OGMs);
  • Clonagem de animais;
  • Sequenciamento de DNA, que permite o conhecimento do genoma dos organismos e sua aplicação no melhoramento genético.

 

Aplicações da Biotecnologia
23-07-20-APLICACOES

 

A Biotecnologia nos traz ferramentas para desenvolver produtos e aplicações na agricultura, alimentação, bioenergia, bioinformática, indústria química, eletrônica, meio ambiente, pecuária, saúde humana e animal, dentre outros.

Na medicina, a Biotecnologia é responsável pela produção de medicamentos como a insulina, hormônio de crescimento,  anticorpos e vacinas. Outras aplicações são a terapia gênica (para tratamento de doenças como câncer, neurológicas e cardiovasculares). Na agricultura, a Biotecnologia é importante para melhoramento genético de plantas, obtenção de alimentos agregando novas características aos mesmos (alimentos transgênicos) e produção de fertilizantes, sementes e agrotóxicos. Outra área na qual a Biotecnologia tem relevância é o meio ambiente: produção de biocombustíveis e plásticos biodegradáveis, bioconversão de resíduos agrícolas e a técnica de biorremediação são algumas das aplicações.

 

Biotecnologia no Brasil

O Brasil tem destaque mundial por desenvolver e comercializar conhecimentos de biotecnologia agrícola de ponta, e por ser pioneiro na pesquisa e utilização de produtos agrícolas geneticamente modificados. O País ocupa a 12° colocação no ranking mundial em relação ao número de empresas de biotecnologia (OECD, 2013).

A Sociedade Brasileira de Biotecnologia realizou, no final de 2017, um levantamento do total de indústrias de biotecnologia, apontando a existência de 736 delas espalhadas pelo Brasil. 362 destas empresas estão distribuídas em apenas seis cidades, 149 delas abrigadas em São Paulo e sua região metropolitana. De acordo com a pesquisa Brazil Biotech Map, de 2011 realizada pela CEBRAP, 86,1% das bioempresas do Brasil estavam concentradas nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

A Biotecnologia apresenta muitas vantagens para a humanidade. Entretanto, ainda causa discussões a respeito das implicações éticas e impactos negativos no ambiente e saúde humana. Como qualquer ciência, sempre está se desenvolvendo e procurando soluções para a melhora da sociedade; em tempos como o da pandemia da Covid-19, notamos a importância da Biotecnologia e do estudo dos seres vivos. Quer se aprofundar no assunto? Siga os links abaixos nos quais este post foi baseado!

23-07-20-FINAL DO POST
NOTA: Todas as imagens desse post foram retiradas do site https://br.freepik.com

————

Autora: Yara Hellen Firmo Gomes
Revisão: Profª Leila Maria Beltramini

————